Whatsapp: (33) 9 9122-2882

Portuguese English Spanish

BAIANOS

BAIANOS

 

Representam um povo alegre que adora desmascarar qualquer mal. Quem aparece em um terreiro com pensamento cético, durante uma gira de Baiano sairá de lá surpreso com o que irá escutar. Os Baianos simbolizam todo o povo nordestino que carregou dessa vida o espírito humilde e batalhador. Essa Linha surgiu para sustentar a sabedoria do povo sertanejo, e recebeu esse nome não por causa do Estado da Bahia, mas pelo motivo que foi a partir dali que o país ganhou sua atual identidade. Ou seja, ela é uma homenagem aos povos que contribuíram para a rica formação da nação, e que apesar do jeito simples carregam em suas veias a inteligência da miscigenação de brancos, índios e negros. Essas entidades da Umbanda conhecem com mais afinidade as dificuldades de nosso tempo pois também passaram por elas. Eles são na sua maioria migrantes, que carregaram na mala e no peito a esperança de uma vida melhor em outras terras do Brasil. Esses Guias aceitaram a missão de ajudar os outros porque acreditam no melhor do ser humano, e sabem que as piores algemas são as que os outros lançam sobre seus irmãos. Eles enxergaram na Umbanda branca um meio de colocarem para fora todo o conhecimento que receberam em seu tempo de vida da cultura do seu povo, dizem que não puderam ser Santos na terra, mas ainda podem contribuir ao próximo através do seus olhares simples e honestos sobre todas as circunstâncias da vida. Por terem lutado arduamente enquanto estiveram nesse plano, os Baianos adoram desfazer magias negras, e é muito difícil haver algo que eles não possam lidar. Pertencente à Linha da Orixá Iansã, o Baiano da Umbanda também possui esteriótipo de cangaceiro. Não são todos os terreiros que os incluem com essa imagem nesta Linha, mas a grande maioria assim o faz. Alguns locais apontam os cangaceiros como auxiliares dos Baianos, mas outros os veem como pertencentes à mesma Linha. O Baiano carrega a força acolhedora, é um Ser de Luz que age na direita mas que conhece muito bem as necessidades de proteção que a esquerda possui. Seu axé é identificado com uma grande energia positiva, ele atende de forma muito amigável, adora contar “causos” mas está a todo momento atento a traços de vibrações negativas que procuram persuadir e rebaixar as pessoas. Sua conversa é de linguajar simples e muito fácil de compreender. Com o sotaque nordestino carregado, ele instruirá com facilidade sobre os melhores caminhos a se tomar. Porém, pode também ser meio grosso quando julgar essa importância. Pois, há muitas pessoas que vão à gira querendo um passe mas na verdade também precisam de um puxão de orelha. Costuma afastar energias ruins através de seus movimentos enérgicos e das famosas “benzidas” tão populares entre o povo nordestino, mas também é responsável por limpeza energética e curas diversas. Sendo assim, ao participar de uma gira de Baianos, aprenda a escutar sinceros conselhos, libere seu coração para que eles possam expulsar da sua vida os sentimentos ruins jogados sobre você e principalmente: permita-se também contar seus “causos” para que eles possam orientá-lo da melhor maneira, pois com certeza entenderão como ninguém a sua necessidade e saberão acolher os seus problemas como se fossem deles próprios. Os objetos mais comuns a utilizarem são: chapéu de couro, guia de coquinho e lenços de tecido.

 

ALGUNS  NOMES DE BAIANOS

 Baiano dos Sete Cocos, Chico Baiano, Januário, Joaquim Baiano, João Baiano, João do Coqueiro, Juvenal, Juvêncio, Mané Baiano, Serafim, Severino da Bahia, Simão do Bonfim, Zeca do Côco, Zé Baiano, Zé Pereira, Zé Pretinho, Zé Tenório, Zé da Estrada, Zé da Estrada, Zé da Lua, Zé do Berimbau, Zé do Côco, Zé do Ouro, Zé do Prado, Zé dos Trilhos, Zézinho Baiano, Baiana Rosalva, Baiana da Estrada, Baiana da Palmeira, Baiana da Praia, Baiana dos Cocos, Baiana dos Sete Nós, Chica Baiana, Jacinta, Juvência, Maria (ou Baiana) do Rosário, Maria Baiana, Maria Fulô, Januária, Maria Mulata, Maria da Cruz, Maria das Candeias, Maria do Balaio, Maria dos Anjos, Maria dos Remédios, Quitéria, Raimunda, Rosa Baiana.

Cantiga deste Orixá

Publicidade